top of page

Cooperativas de Crédito, um mercado a ser explorado!

Atualizado: 28 de jun. de 2018

Dando continuidade ao post "Sou certificado! Além dos bancos, onde mais é valida a Certificação Profissional Anbima?", iremos estudar o funcionamento das cooperativas.


A primeira cooperativa surgiu em 21/12/1844, em uma cidade inglesa denominada Rochdale, onde um grupo de 28 pessoas criaram um modelo de negócio que proporcionasse a todos um ganho coletivo baseado na negociação de suas mercadorias. Essa modalidade se espalhou por toda Europa e chegou aqui no Brasil, pelos primeiros exploradores portugueses, sendo muito difundida por padres jesuítas nas regiões sul do Brasil.


A cooperativa teve seu nascimento legal no ano de 1974, com a Lei 5.764 de 16 de dezembro,

pode atuar em 7 ramos de serviços, dentre os quais se destacam: o rural, imobiliário, o de crédito e o de transportes.

Entretanto em nosso case, vamos nos deter apenas no ramo crédito que tem a ver com o objeto das certificações financeiras.


Que tipo de produto ou serviço uma cooperativa de crédito pode oferecer?


A cooperativa não é um Banco na questão dos acionistas e tudo mais. Entretanto, ela é formada pelo capital que é integralizado pelos seus cooperados que também são seus correntistas, por fim este recurso será utilizado para concessão de serviços e operações de crédito com as taxas mais baixas em relação as cobradas por outras instituições.


Dentre os produtos negociados e serviços destacam-se:

Cartões de Crédito;

Depósito à Vista;

Depósito à Prazo;

Previdência;

Operações com Fundos de Investimento;

Contam com serviços de Internet Banking, app's para pagamento, caixas eletrônicos, custódia, desconto de cheques, CCB, CPR, CCI, CDC e outros.



Há uma grande gama de produtos e serviços, não se espante se você confundir esse nicho de mercado com um Banco!

O Bacen é o órgão regulador e fiscalizador dessas instituições, assim, também se faz necessária certificação ANBIMA para seus profissionais.



61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Коментарі


bottom of page